Municípios baianos enfrentam longa seca


Se as fortes chuvas estão castigando os estados do Sul do país, causando desastres que já contabilizaram, até o momento, mais de 800 mortes e deixaram mais de 15 mil pessoas desabrigadas, a Bahia segue em um longo período de estiagem, acentuado pela estação mais quente do ano. Segundo dados da Coordenação Estadual de Defesa Civil (Cordec), são 22 municípios que estão em situação de emergência reconhecida pelo Estado.

Para amenizar o problema da estiagem no interior, a Cordec disponibiliza aos municípios convênios para utilização de carros-pipa. O órgão informa também que este é o momento de tomar providências para se evitar ou, pelo menos, amenizar os efeitos causados pelas fortes chuvas previstas para Salvador e região metropolitana, assim como para o Sul baiano, nos meses de março a julho, chuvas que podem, inclusive, atingir municípios que agora sofrem com a estiagem.

“Os recursos para carros-pipa estão garantidos. O município que estiver enfrentando longo período de estiagem pode ter a ajuda do Estado. Para isso, basta encaminhar a solicitação”, disse o coordenador da Cordec, Antônio Rodrigues, que destacou a eficiência das cisternas emergenciais, que também são distribuídas para as cidades atingidas.

Rodrigues explica, entretanto, que é exatamente nesse momento de estiagem prolongada que os municípios precisam cumprir suas atribuições em relação à prevenção e monitoramento das áreas de risco iminente de desastres causados por fortes chuvas.

“É sempre bom ressaltar que nesse mesmo período, em 2010, as chuvas que atingiram o estado mataram seis pessoas e deixaram mais de sete mil desabrigados. É preciso informar que os municípios baianos precisam se precaver, fazendo a limpeza dos córregos e bueiros, para que a água da chuva escorra normalmente, evitando alagamento e outros prejuízos”, observou o coordenador.

Ações preventivas

A Cordec vem investindo cada vez mais em ações preventivas para amenizar os danos causados pelos desastres naturais e outros tipos de ocorrência. Para isso, o órgão já capacitou servidores municipais para a gestão de defesa civil e implantou as comissões municipais (Comdecs).

Por meio da articulação com outras esferas de governo, a Cordec informa sobre a importância de se fazer a cobertura de canais, contenção de encostas, reestruturação de pontes e abastecimento de água. Nesse período, são também feitas a limpeza e a ampliação de aguadas para armazenamento da água das chuvas – o que proporciona aumento das reservas hídricas.

Cidades atingidas

As cidades da Bahia que estão em situação de emergência por causa da seca são Abaíra, Andorinha, Aracatu, Boquira, Buritirama, Caetanos, Caetité, Canudos, Chorrochó, Cordeiros, Glória, Ibitiara, Igaporã, Manoel Vitorino, Muquém do São Francisco, Nordestina, Planalto, Poções, Rio do Antônio, Rio do Pires, Santa Brígida e Urandi.

 

Sobre informe24horas

Informe24horas o seu canal de noticias em primeira mão!

Publicado em 26/01/2011, em Política e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: