Como abrir a sua empresa – baseado em fatos reais


Há mais ou menos dois anos e meio saí de uma empresa com o propósito de abrir a minha. Ter a minha própria empresa de desenvolvimento de sistemas seria um sonho, poder negociar com os clientes da forma que acho adequada, selecionar os projetos pelos desafios, perseguir novos nichos de mercado…bom demais. Abriria a empresa de desenvolvimento de sistemas web com um sócio que é designer. Eu programadora e ele designer, já tínhamos toda mão de obra que precisaríamos inicialmente.

Não registramos logo a empresa, e no primeiro ano de nossa parceria seguimos trabalhando como CLT e nas horas vagas tocando projetos como freelancer.

A experiência de iniciar uma empresa e ter um emprego formal ao mesmo tempo envolve sacrificar muitas horas de almoço/jantar, aulas e finais de semana. Se você quiser iniciar a sua empresa sem abandonar seu emprego deve priorizar o horário do almoço para fazer ligações importantes e responder e-mails. Se você faz faculdade/pós-graduação vai se sentir tentado e em muitas aulas vai trabalhar durante a aula. Claro que o final de semana, ao menos um dia, no meu caso é o domingo, você vai reservar para dar aquele gás no projeto.

IMPORTANTE: Seja profissional! Se você está no emprego não atenda ligações relacionadas à suas atividades como freelancer, nem responda e-mail. Como falamos, destine horários específicos para isso.

Quando formalizamos o plano de abrir a empresa, contávamos com a cara e a coragem e um grande projeto em produção, não tínhamos nenhuma outra receita que pudesse nos sustentar como empresa. Tão logo finalizamos o projeto promissor, surgiu o momento do kick off[i] na abertura da empresa de sistemas web/criação de sites. Agora sim, vamos às dicas!

1º Assessoria jurídica: O primeiro passo é a constituição do contrato social. Vários contadores possuem modelos prontos, mas já que você está iniciando um negócio próprio, por que não ser atencioso em todos os detalhes? Além do mais, você vai precisar da assessoria em outras etapas do seu negócio (contratos de serviço). Temos a tendência de pensar que um advogado é caro, que não podemos pagar. Acreditem: um advogado evita que você perca muito dinheiro em contratos mal negociados/com cláusulas nebulosas.

2º Assessoria contábil: Pesquise no Google/lista telefônica os escritórios de contabilidade da sua cidade. Faça contato com todos e informe o que você necessita, no nosso caso especificamente: “Quero abrir uma empresa de desenvolvimento de software. Vamos utilizar o registro de uma empresa já existente e fazer as alterações no ramo de atividade e sócios. Quanto você cobrar por esse serviço?”. Nesse ponto os contadores vão solicitar o contrato social da empresa, (espero que você tenha seguido meu conselho no passo 1). Os preços para esse serviço são os mais variados, de R$ 500 a R$ 5.000.

Cuidado com os atalhos! Não caia na tentação de escolher o contador que é amigo do seu amigo. Por quê? Por você ser, digamos, “da casa”, ele vai atender todos os outros clientes primeiro e deixar você esperando… já que é amigo, não vai se importar.

É indispensável a assessoria de um contador nesse ponto, ele é quem vai indicar a você qual o ramo de atividade da sua empresa e como ela será vista fiscalmente, (ME, Simples). Bom, após muita pesquisa com os contadores, encontramos o nosso, nem tão caro, nem tão barato. Alguém que como nós esta iniciando o seu negócio.

3º Conta em Banco: Você deve abrir uma conta como pessoa jurídica no banco de sua preferência. O primeiro pensamento é abrir conta no banco que você já é correntista. Pensei isso e passei por um pesadelo, a infinidade de papéis e declarações para entregar era absurda. Desistimos na metade e pesquisamos outros bancos. Pense que agora você é uma pessoa jurídica e pode emitir boletos para os seus clientes, requisitar empréstimos e quando os clientes forem pagar você, eles emitirão cheques ou depositarão na sua conta jurídica.

Nesse ponto você deve estar pensando, certo, a empresa nem tem receita e eu já vou ter duas despesas fixas, advogado e contador. Bom, vale da sua habilidade em negociar. Tanto as nossas assessorias jurídicas quanto contábil estão cientes que não temos receita suficiente e chegamos a um acordo benéfico para todos. Você pode negociar com o seu advogado para ele prestar o serviço apenas nas ocasiões que você necessitar – constituição do contrato social, constituição de um contrato de serviços, análise de contratos enviados pelos clientes.

Momento Dummy – Vocês podem rir de mim, mas eu não sabia que o Contrato Social deveria ser impresso em papel branco. Eu me achando toda ecologicamente correta, imprimi o nosso contrato em papel reciclado – claro que bateu na junta comercial e voltou.

Tão importante quanto os passos descritos acima é uma boa rede de parceiros, pessoas que trabalhem em áreas alinhadas à sua, que você possa contar com os serviços, indicar e ser indicados. Contando com a ajuda da sua rede de parceiros agora você vai fazer o cabeamento de rede da sua sala comercial, comprar/alugar um servidor web, contratar serviços de telefone e internet. No nosso ramo, em muitos casos podemos fazer permuta de nossos serviços por outros que temos interesse, mas, tenha em mente que a permuta deve ser rentável para ambos. Levante o preço do serviço que você quer e o qual está disposto a prestar. Por exemplo, o seu serviço custa R$ 500,00 e o serviço que você quer custa R$ 400,00; você não deve baixar o preço do serviço, negocie com o seu prestador a diferença!

E agora? Segui os passos, registrei minha empresa, possuo um CNPJ, alvará de funcionamento e conta em banco. Agora vamos em frente, você vai precisar de Nota Fiscal, veja com o contador uma gráfica de sua confiança e faça o pedido dos blocos. Lembre-se que mensalmente você deve enviar as NFs para o contador e ele vai pagar a guia de recolhimento de impostos. A partir desse momento você vai passar a declarar também imposto como pessoa jurídica, mas, não se preocupe, o seu contador vai avisar com antecedência.

Momento Dummy2 – Cada bloco de NF possui três vias, uma para o cliente, uma para o contador e a terceira para ficar arquivada. Não esqueça de pedir papel carbonado, ou terá que ir atrás de carbono nas papelarias.

Já pensou em como tornar a sua empresa conhecida? Quais os diferenciais que ela oferece e por que o cliente deve escolher você e não o concorrente? Já tem site? Digamos que você já tenha um site, o seu site é facilmente encontrado pelo Google? Já ouviu falar em otimização de sites? Possui cartão de visitas? Logotipo?

Michela Limaco é diretora executiva, gerente de projetos e analista de sistemas da Tecnolicious (www.tecnolicious.com.br)

O QUE ACHA DE TER UMA FRANQUIA MULTICANAL DA POLISHOP?

Veja mais:

Os 35 anos da Apple » Já imaginou revender apple? Saiba como!

WWW.POLISHOP.COM.VC/GRUPOLIDER

Sobre informe24horas

Informe24horas o seu canal de noticias em primeira mão!

Publicado em 31/05/2011, em Destaque Brasil, Economia & Negócios, Esporte, Moda & Cia, Mundo, Na Social, OPORTUNIDADE, Política, Policial, Pop & Arte, Televisão, Videos e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: