‘Gianecchini pode suportar tratamentos agressivos sem grandes problemas’, diz especialista



Reynaldo Gianecchini Foto: Marcio Nunes / Tv Globo

As consequências do câncer diagnosticado em Reynaldo Gianecchini, na manhã desta quarta-feira (10), poderão afastar o ator dos palcos e estúdios. Pelo menos durante a sua recuperação. Nos próximos dias será informado que tipo de linfoma ele possui, e só então será traçado o tratamento que ele será submetido, explica especialistas.

Chefe do Serviço de Hematologia do Instituto Nacional do Câncer (Inca), drª Jane Dobbin, explica que existem dois tipos de linfoma: o agressivo e o não-agressivo. E que ainda é cedo para dizer qual é o caso do ator. “Apenas uma semana depois do primeiro diagnóstico é que será possível saber se o linfoma é agressivo ou não”, explicou.

Dobbin, no entanto, disse que, caso o linfoma seja identificado como ‘agressivo’, o ator terá que se submeter a tratamentos como quimioterapia, que acarretará em queda de cabelo, e até um transplante de medula óssea. “Já um linfoma não-agressivo, não tem cura, mas tem remédios que podem controlar e prolongar a vida do paciente”, disse.

Nos dois casos, o tratamento depende de cada organismo e tem reação diferente em cada faixa etária do indivíduo. “No caso de Gianecchini, que tem 38 anos, ele pode suportar esses tratamentos agressivos sem grandes problemas, mas terá uma grande perda no sistema imunológico”, alertou.

Para a médica, enquanto espera o diagnóstico, o aconselhável é que Gianecchini se afaste de suas atividades profissionais. “Pode ser que ele tenha que se afastar do trabalho, já que ele tem compromisso com horário e programação, e talvez tenha que fazer um tratamento mais intensivo. É bom lembrar que o trabalho dele é diferente da Presidente Dilma Rousseff, que teve um linfoma agressivo, e continuou a atividade normalmente. Ele depende de cumprir os comprimissos em teatro e TV, e não pode faltar, por exemplo. O ideal mesmo é que ele se afaste do trabalho para cuidar da saúde”, aconselha.

O ator tem um linfoma do tipo não-Hodgkin, que é um tipo de câncer mais comum. Esse câncer afeta o sistema linfático, uma rede de tubos muito finos por todo o corpo e que transporta a linfa (líquido que contém os linfócitos, glóbulos brancos, que fazem parte do sistema de defesa do organismo).

Anúncios

Sobre informe24horas

Informe24horas o seu canal de noticias em primeira mão!

Publicado em 11/08/2011, em Destaque Brasil, Pop & Arte, Saúde, Televisão e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: